23.4.10

Sempre gostou de contar contos, mas foi no ano 2000, que começou de a sua carreira formal na arte. Desde então Rafo visitou alguns países, em três continentes diferentes, como convidado a festivais, encontros, fóruns, entre outros. O que permitiu ao contador de histórias levar as suas histórias a muitas cidades e povos.

"A minha paixão como Contador de Histórias consiste em compartilhar, conhecer, aprender, experimentar. Sou contador de histórias, porque dessa maneira acerco-me a um mundo especial e posso, eu mesmo, acercar a outros a esse mundo", confessa Rafo

Rafo Diaz é pintor, escritor e actor e, para ele, "a memória colectiva é sagrada, apaixona-me ser o cordão umbilical que alimenta o mundo real com a fantasía e o sonho", conclui.

Rafo Díaz. nasceu em Iquitos - Peru. É um artista autodidacta em teatro, pintura e escritura. Publicou três livros de contos, lendas, anedotas amazónicas.


Em 1993, foi o vencedor do concurso "cidade de Iquitos" da primeira competição nacional da história curta no Peru.
 

Em 2004, ganhou o terceiro prémio no Festival Ibero, décimo de Cuenteros na Colômbia.
 
Fez cinco exposições solo de pintura nos Estados Unidos, Peru e Nicarágua. Em 2000, foi o primeiro vencedor de Salão de arte Amazon, II bienal de arte em Lima - Peru.


Sócio - fundador de “La Restinga”; organização sem fins lucrativos, criada em 1996.
 
Em 1995, fundou o grupo de arte "Livre de teatro" que, hoje chama-se "Katziboreri produções", abrangendo projectos de teatro, tendo criado 17 mostras que tm sido vista em mais de uma dúzia de países na América Latina, Europa e África.
 

link do postPor Panguanita, às 09:51 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



pesquisar
 
feedback
Boa tarde. Este blog esta em destaque na homepage ...
Sou brasileira, actualmente estou residindo em Moç...
+ comentados
subscrever feeds
arquivo
2011

2010

blogs SAPO